A Porta Vermelha

22 de abril de 2010

A vida é cheia de surpresas. Isso já é senso comum. Mas é incrível como ultimamente ela vem me pregando peças. Eu tinha mil teorias sobre a vida. Sem nenhum embasamento.

A que eu mais acreditei durante a vida é que não tem jeito. As escolhas que fazemos são sempre iguais. Não adianta pensar em voltar no tempo, se voltarmos faremos tudo igual.

Fui criticado por todos ao expor minha teoria, e então deixei a guardada. Resolvi expô-la agora. Apesar de saber que não serei ‘seguido’ por ninguém.

Não é que eu acredite em destino, mas é algo muito parecido. Acho que a vida, as circunstâncias, nos guiam pra um caminho único.

Rebateram-me dizendo que sim, podemos sair desse trilho traçado pra gente. Que quando fazemos algo estupido, totalmente sem sentido, arriscado mesmo é quando estamos pisando fora do trilho. Eu respondo dizendo que essas ocasiões são quando o trilho faz aquela curva fechada, não saímos do trilho. Só o trilho que mudou de direção.

A vida não é um video-game que se a gente encontra 3 portas pra entrar: Verde, Vermelha e Amarela. A gente pode ir em uma e depois voltar e escolher outra e depois outra.

Na vida, temos que entrar na escolhida, normalmente a vermelha (não sei por que) e andar, andar até encontrarmos novamente outras 3 portas. E dessa vez podemos mudar a cor da escolha.

Ma se “resetassemos” a vida, sempre escolheríamos a porta vermelha. SEMPRE.

Dizem que penso assim pra dar menos importância as decisões tomadas ao longo da vida. Talvez estejam certos.

Claro que concordo que somos responsáveis pelas decisões que tomamos ao longo da vida, e pode até ser que as alternativas realmente sejam alternativas. Mas a dúvida é o preço da pureza e é inútil ter certeza?

Acredito que criei todo esse teorema pra não ter arrependimentos. E assim pautei a minha vida até agora. No regrets. Mas isso não impede de jogar tudo pro alto e mudar a direção.

Mas sempre escolheriamos a porta vermelha!

(Se bem que tem um filme clássico, Atrás da Porta Verde)

%d blogueiros gostam disto: