5 minutos

2 de dezembro de 2009

Vamos tentar escrever um poema no improviso. São exatamente 14:56. Tenho 5 minutos pra escrever algo que faça sentido, será que consigo?

VALENDOOOOOOOOO

5 minutos (George Raposo)

Esta é só mais uma tarde qualquer

Onde o tempo parece parar

Esta é só mais uma vida normal

Onde você não quer mais ficar

Então, espera já por mim

Estou chegando, a salvação

Sempre há um ponto no fim

Esquecido por mera distração

Você se esconde entre os livros

Se sente livre no seu canto

Já não canta mais uma bela canção

Só medo, suspense e às vezes espanto.

E eu aqui, nesta tarde que não passa

Distribuindo a todos sorrisos sem graça

E eu aqui, preso atrás desses óculos

Tentando me livrar de todo ócio

Enquanto o mundo ri das minhas piadas

Que eu nunca tentei nem contar

Você me olha de lá, eu te olho de cá

E o mundo então volta a girar.

Cansei.

15:01. 5 minutos

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: