Porta dos Desesperados

14 de setembro de 2012

Quem disse que o amor é um dia de sol? Quem disse que o amor tem o céu bem azul, sem nuvens estragando o quadro, com passarinhos cantando e a certeza da felicidade passeando de mãos dadas à tarde no parque? Não, o amor não é assim, nunca foi assim, nunca será.

O amor é um dia totalmente nublado. Com nuvens cinza dominando a paisagem e você torcendo para não chover. É incerto como o humor de uma mulher com TPM parecendo doce, parecendo salgado. Uma mistura de incertezas dispersas no ar.

No amor a gente não pode arriscar sair de casa sem guarda-chuva, nem pode se vestir como se o dia fosse ficar sempre invernal, pois pode esquentar em um segundo. Tudo muda em um piscar de olhos. O amor não é oito ou oitenta, é meio-termo, uma dose certa dentro do copo. É ser fiel, ser um cachorro que balança o rabo sempre que sua dona chega e obedece feliz esperando o petisco como recompensa.

O amor é um jogo de risco. É uma decisão. Dar o primeiro passo muito antes de pensar em qualquer coisa. É atravessar a rua sem olhar para os lados. São duas pessoas sem dúvidas, porém sem certeza de nada. É a porta dos desesperados.

Você quer trocar todo um mundo de fantasias, de sorrisos por nada, de mulheres fáceis, de cerveja e futebol com os amigos todos os dias, de liberdade e de prazeres e ilusões por um amor? (Com os olhos vendados, os ouvidos tapados, eu respondo sim). Sim.

Eu troco tudo que o mundo puder me oferecer, todos os prazeres passageiros, todas as noites em claro, todos os jogos de azar, todo o sexo casual, todo final de semana prolongado por você. Sim, eu quero só você e todos os prazeres e ofertas que puderem ser extensivas à você.

Eu aposto minhas únicas fichas, meu “tudo”, meu “nada”, meu “mais ou menos” no amor. No nosso amor dos dias cinza de São Paulo. Dos arranha-céus envelhecidos. Dos nossos beijos apaixonados. Das juras. Das brigas. Dos cobertores puxados. De lavar a louça. De trocar as toalhas. De noites mal dormidas. Das que dormimos tão bem. Das que ficamos nos amando até o amanhecer. Das que apenas ficamos nos olhando.

Troco toda a certeza dos dias de sol por um dia nublado ao seu lado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: