Você

4 de junho de 2012

Eu prometo que esse texto não vai ser sobre você. Eu não aguento mais escrever as frases mais bonitas pra você. Todos os meus cadernos com letras de músicas, poemas e contos tem o seu nome rabiscado várias vezes. Posso trocar Anna por Priscilla e mesmo assim você no fundo saberá que é sobre você.

Vou escrever agora sobre o avião que caiu na Nigéria ou então sobre o favoritismo da Alemanha na Eurocopa. E você vem me dizer que me deste uma camisa da seleção da Nigéria e que faz aulas de alemão. Em todas as frases é possível achar uma coisa que me liga a você.

Quando canto aquela canção que não tem nada a ver com você, mesmo assim, você dispara da cozinha que me ama também. Talvez você seja tão egoísta, tão vaidosa que parece que eu só respiro para você.

Se escrever sobre os filmes da Julia Roberts ou então sobre a eleição municipal. Você irá levantar o braço e constatar que foi contigo que eu vi Comer, Rezar e Amar e que a gente não vai poder votar porque estamos morando em São Paulo.

E nessas horas eu me desespero e olho para o céu me perguntando se vai chover ou não? Se for pra ser assim, como eu faço pra fugir de você? Não que eu queira ficar longe, mas pelo menos quero inspirações extras, aspirações bestas e silêncios brutais.

Quero poder passear com o cachorro sem pensar onde você está. E quando eu juntar o cocô dele na calçada, eu não precise me lembrar dos desenhos que você fez nas minhas contas a pagar. O seu sorriso aparece como o gato da Alice e de repente eu lembro que tenho que comprar o pão e na fila eu sei que quero estar com você.

Mas quem vai querer ler o meu amor, quem vai querer saber se todos os meus verbos, vírgulas erradas e páginas rasgadas são por ti. Você é o único toque diferente no meu telefone celular, só você tem a foto mais bonita, a piada mais engraçada e o dia mais feliz.

Prometi, jurei que esse texto não seria sobre você, mas todos tem que entender que eu não existo sem você. A minha essência está em ti e não tenho como fugir disso. Será que é isso que é o tal do amor?

Anúncios

Uma resposta to “Você”

  1. Ap Says:

    Já disse que me lembrou o videozinho, né?!
    Adorei! :*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: