dividindo o amor.

15 de novembro de 2011

Um fim de tarde, algumas frases gastas e o Jardim Botânico à nossa frente. Eu escancarando o meu medo de altura enquanto você recitava poemas de escritores canadenses que conheceste em algumas férias tempos atrás. O amor perfeito anunciado na placa de identificação das plantas coloridas aos nossos pés. A gente não teve piedade de pisá-las com toda a força.

Não precisamos dos clichês de filmes americanos, europeus ou brasileiros para que o amor esteja conosco. Para que flores espalhadas pelo chão da casa se um aperto de mão na hora que o avião precisa arremeter parece mais apaixonante? Posso te dizer que és a mulher mais bonita do universo sem nem olhar para seu vestido novo, mas também posso dizer que até que tá legalzinha olhando nos seus olhos apenas para chamar sua atenção.

O amor não tem regras preestabelecidas nem cheques pre-datados, apesar de muitas mulheres – e homens também – estarem atrás apenas de dinheiro. Sim, a gente pode viajar na classe econômica escutando os choros das crianças sentadas perto da janela, mas também podemos dividir o mesmo lençol de seda por toda eternidade ou até quando a gente quiser.

Volte, eu guardei mais um chiclete para você mascar. Vamos dividir as palavras cruzadas e as rosquinhas que distribuíram no avião de São Paulo a Curitiba. O nosso amor não é soma ou multiplicação. É divisão. Dividir nosso mundo em dois. Nem sempre o resultado precisa ser negativo ou menor. Somos maiores quando estamos juntos.

Poderia agora começar a declarar o meu amor por você, gastar todas as linhas que tenho direito escancarando tudo que penso, sinto e sou, mas isso seria renegar tudo que escrevi até aqui. Então, vem, abra a porta da sua geladeira e pegue aquela coca-cola que compraste semana passada para o nosso almoço e pense em mim.

Pense em tudo que você gostaria que eu falasse e que nunca falei. Sei lá. Não sou muito bom com as palavras ou com a culinária russa, mas posso te explicar direitinho as curiosidades sobre o mundo animal ou esportes populares.

Era só isso que eu queria dizer. Até breve.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: