Noticiarios caseiros

10 de abril de 2011

 

Meu avô nunca lia o jornal no dia certo. Não lia revistas quando chegavam em casa. Sempre deixava pra ler dias depois, até semanas e de vez em quando meses. Muitas vezes ele nem chegava a ler, mas sabia do que acontecia. Eu não estava acostumado com manias alheias, ainda era limpo de transtornos obssessivos compulsivos. Provavelmente, nem existia isso naquela época. E também estava na fase de querer ler tudo.

Eu nunca cheguei a perguntar, fui aconselhado por minha mãe a apenas aceitar as manias do vovô. Um dia no quintal enquanto eu colhia goiabas para um doce que vovó faria, ele lá de baixo começou a falar sobre isso:

“Filho, quando eu era jovem não tinha muito tempo pra ler as notícias, vivia para o trabalho, a única hora livre que eu tinha era a hora do almoço. Então, eu lia jornais o tempo todo na mesa. Não conversava, não aproveitava a comida. Apenas engolia e lia. Sem água. Tomava meu banho e voltava ao trabalho. Num almoço qualquer, sua vó começou a me resumir as notícias, criando uma versão adaptada dos fatos. Punha a emoção que os jornalistas não podiam. Era o melhor jeito de ficar informado.”

Logo, ele passara a ouvir da voz da mulher amada o que tinha nos jornais e revistas. Minha vó era uma grande contadora de histórias, fascinada por literatura e muito articulada. Ele recorria a leitura dos relatos apenas quando notava algo interessante ou quando a versão dela beirava o absurdo.

Foram 40 anos nessa brincadeira. Acredito que essas sessões diárias de noticiario caseiro que os manteve juntos. Sempre com assuntos nas mesas de almoço. Eles estavam sempre conversando sobre coisas que eu nunca cheguei a entender direito na época. Eram duas pessoas totalmente diferentes, mas juntavam seus problemas.

Um bom relacionamento talvez seja isso. Aproveitar o tempo juntos pra fazer algo do gosto de ambos. Juntar necessidade com vontade. Abraçar o outro com a mente. Sorrir com a porta aberta. Chegar em casa com vontade de ouvir o que aconteceu no mundo da voz da pessoa mais especial e não de um apresentador qualquer.

Não espero encontrar alguém que faça tudo isso por mim. Mas sempre aprendi a respeitar as conversas durante a comida. Até o sabor da salada fica mais tragavel quando acompanhada da voz doce relatando seu dia. Não preciso das notícias do mundo inteiro. Apenas ser o diário de um grande amor. Ela confiar seus passos ao meu ouvido é mais que uma prova de amor.

 

 

Anúncios

Uma resposta to “Noticiarios caseiros”

  1. Eliane Says:

    AH!!!!
    Lindo!!!!Lindo!!!
    Lindo!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: