Conto de quase uma linha só

15 de março de 2011

Era uma vez uma bonequinha de porcelana que queria à força ser boneca de pano, mais viva e tenaz! Não respeitou sua natureza delicada e teve um olho remendado e uma perna costurada, até que um dia foi jogada da prateleira e virou cacos que iriam pro lixo sem dó nem piedade, mas que no último finalmente fizeram uma tentativa: um tubo de cola e tornou-se alegria verdadeira nas mãos da filha da vizinha, soube finalmente o que era brincar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: