Não estrague o jantar, amor!

1 de março de 2011

Por mais tranquila que seja a namorada quanto as suas amigas, ela sempre vai alfinetar alguma coisa. Quando o relacionamento começa ela já sabe que virei com o pacote completo: futebol, videogame, cerveja no bar, ex-namoradas, amigos e amigas. Mas elas querem sempre deletar essas coisas. Querem exclusividade. Comprar o pacote de transmissão apenas pra ela. Só posso ter olhos pra ela. Mas aquela bundinha que passa é irresistivel.

O pior ocorre quando encontramos alguma amiga do colégio por acaso no Shopping. E na maior inocência contamos a “novidade” na mesa do jantar. Ela pergunta de onde eu conheço, se tive algo com ela e como foi. Com naturalidade e então começamos a comer. Lá pelo terceiro prato de uma magnifica lasanha ela pergunta seca e rasteira. Como ela é? É muito bonita? Estamos na encruzilhada.

Qualquer resposta correta é a resposta errada. Qualquer hesitação é confissão. Qualquer respirada funda é memória. E é tão chato esse negócio que as mulheres sempre fazem perguntas dificeis na hora da refeição. É quase um ritual praticado por todas. Acho que elas sentem que estamos distraídos saboreando aquela comida com voracidade, imaginando o mundo e pensando num bom cochilo depois. E elas tiram esse prazer da gente com perguntas indiscretas.

Notícias bombasticas também são dadas à mesa. Por que será que isso ocorre? Acho que é porque não dá pra fugir ou de barriga cheia tudo fica mais dificil e de barriga vazia não se escuta muito bem. Então no meio da refeição com o copo nem cheio nem vazio é a hora escolhida.

Quanto à amiga eu sempre respondo que é a mulher mais linda que já conheci mesmo sendo mentira. Respostas inesperadas normalmente desarmam toda a briga construída na cabeça delas. E então emendo com um: mas nunca me interessei por ela por isso que ela é minha amiga.  Ela pergunta com uma calma de domingo à tarde o porquê. Nessa hora vista sua cara mais canalha e responda: Porque eu sempre esperei por você. Não esqueça o sorriso irônico no fim da frase.

Ela ficará um pouco irritada, mas logo esquece. Não perguntará mais nada sobre a tal amiga. E você poderá comer sua lasanha tranquilamente. De barriga muito cheia não haveria sexo de qualquer jeito.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: