Chuva, Beijo e Reggae

7 de janeiro de 2011

Tocava um reggae, um pouco mais alto que de costume. Ela dançava com seu vestido florido. Colorida. Parecia uma princesa no compasso do baixo, de cima a baixo. Eu acho que era um sonho. Ela deslizando como se fosse um ringue de patinação. Eu já estava contaminado, seria o súdito fiel. Da menina dos olhos castanhos.

Eu degustava a cerveja como se fosse vinho, como se viesse de todos os lados, como se estivesse só eu e você. Naquela dança vagarosa, a rosa em seu cabelo, o espelho d’agua no mar. Ali estava eu, sentado, hipnotizado por tanta beleza, tanta tanta tanta… e eu não sei mais o que pensar.

Eu sabia que não iria falar com ela, eu sabia que nunca mais eu a veria. A timidez sempre esteve lá. Ela olhava pra mim, sorria, e eu não fazia nada. Nem sorria de volta. Embasbacado. Do seu lado. E então começava a chover. A água molhando seus cabelos, e eu não corri pra me proteger. Nem você.

Agora vai ter que ser para a vida inteira…banhos de chuva, beijos e reggae.

Anúncios

Uma resposta to “Chuva, Beijo e Reggae”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: