Feliz Ano Novo.

31 de dezembro de 2010

Começou com sorrisos, beijos e sentimentos felizes…era um castelo de areia desmorronando e eu nem sabia onde estava. Tentava a todo custo ajeitar os alicerces, mas já não tinha mais volta, não tinha mais saída, não tinha mais nada a fazer. Então eu acelerei a destruição. Fugi. Sumi. Saí correndo para que não caisse sobre minha cabeça. Esqueça. Por mais que você corra, sempre te alcança. Como aqueles lenhadores nos desenhos do pica-pau.

Larguei meus empregos, larguei minha cidade. Larguei o meu mundinho fechado. Agora eu só ando a pé, mas eu continuo a andar. Cansei da areia da praia e das ondas do mar sempre destruindo sonhos e planos e promessas. Agora eu quero concreto, arranha-ceus e viagens internacionais. Quero ouvir o barulho dos carros passando na avenida. Sem rumo. Sem vontade de parar.

E esse Dezembro veio com promessas de um ano novo bem melhor, beijando Janeiro com vontade de nunca mais largar. Abrindo caminho pra vida que sempre sonhamos em ter. Eu e vocÊ. Ou não.

Agora eu já não sei se visto branco, amarelo ou vermelho no reveillon. Mas dessa vez eu digo que não vou me guardar pra quando o carnaval chegar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: