A última mulher que comi…

19 de outubro de 2010

Todo mundo se acha capaz de criar uma teoria. Eu as adoro, principalmente porque elas servem pra explicar as práticas absurdas do dia-a-dia. Quando algo da errado sempre aparece alguém com o dedo pra cima e começa a falar: eu tenho uma teoria. E conta tim tim por tim tim porque tudo deu errado. Mas nesse caso a teoria é outra.

Numa sessão de videogame na casa de um amigo, nós éramos 4. Melhores amigos desde sempre. Eis que chega o quinto elemento com um sorriso nunca d’antes visto dizendo que estava apaixonado. Todos logo perguntaram se era aquela morena fenomenal que ele pegara na semana retrasada. Não, era uma menina sem graça da nossa turma do colégio que ele sempre fora apaixonado.

Outro dia, descobrimos que ele vai se casar. E a morenaça continua gostosa. Foi assim que surgiu a Teoria Da Última Mulher Que Comi. A luz apareceu em minha mente quando lembrei de um primo que sempre pegava as gatas e se apaixonava pelas feias. Toda vez que ele se apaixonara na vda (duas) fora logo depois dele comer a mulher mais gostosa da sua vida (até aquele momento).

Então eu teria que expandir essa pesquisa pra outras pessoas, já que tem que existir uma certa amostragem pra se comprovar qualquer coisa. Eu me auto-exclui porque não vale a pena pesquisar com pessoas que se apaixonam quase que diariamente.

Descobri que a grande paixão de dois amigos começou exatamente depois de comerem a mesma mulher. A mulher mais linda que qualquer amigo meu já comeu. Mas que não servia pra namorar. Sim, não estranhem. Os dois comeram a mesma mulher, mas em tempos diferentes e logo depois da “trepada” se apaixonaram, aí sim, por mulheres diferentes que estão com eles até hoje.

Pronto, eu já tinha 4 casos pra provar que a pessoa se apaixona depois de comer a mulher mais gostosa de sua vida. Ou seja, a última  mulher que comi antes de você, amor, foi a mais gostosa. Portanto, mulheres, não perguntem essas coisas. A resposta nem sempre é a que você espera.

Tenho um amigo que só comeu uma mulher na vida, logo, ele não pôde entrar na pesquisa. (Até agora). E outro respondeu que a mulher mais gostosa que já comeu é a grande paixão dele. Mentira. Nós, os outros amigos, conhecemos todas as mulheres que ele comeu e a mais gostosa é exatamente a última. Alias, bons amigos, da vida inteira, desde a infancia sabe todas as mulheres que o amigo já comeu.

Todas, ou pelo menos, aquelas que valiam a pena. Homem só esconde dos amigos aquela mulher baranga ou quando sabe que receberá alguma reprimenda gigantesca. Os verdadeiros amigos sabem todas as mulheres que tu comeu. É como uma competição, muitas vezes a gente nem lembra mais quem eram elas, mas em algum momento depois da foda foi contado numa mesa, na hora do intervalo do futebol ou naquele dia do video-game.

Sei que é dificil estabelecer se uma é mais gostosa que outra, já que gosto não se discute, não é mesmo? Mas como eu sou o teorico da vez, o parametro é meu gosto. E então já são 6 exemplos clássicos.

Era a hora de eu entrar em cena. Estabelecer o meu caso, já que não teria validade alguma uma teoria em que o seu próprio criador seja uma exceção. O primeiro passo era decidir quais foram as vezes em que eu realmente me apaixonara. Foram 3 vezes. Sendo que a primeira vez foi justo com a minha primeira vez. Não conta. Temos 2 casos a serem analisados.

A última mulher que comi antes da minha primeira paixão pós fim de virgindade era realmente a mais gostosa que comera até então. Fato! E pra minha surpresa quando não lembro que antes da segunda paixão a última mulher que eu comi era a mesma da primeira. Ou seja, a mais gostosa até então.Pronto, teoria comprovada.

Agora tinha surgido outro questionamento na minha cabeça. Eu comi essa mulher duas vezes na vida e logo depois me apaixonara perdidamente POR OUTRA. Será que ela seria meu talismã? Acho que preciso encontrá-la de novo, pra ver se me apaixono outra vez.

Mas a última informação que tive dela foi que virou lésbica e foi morar em Vitória. Como faço pra encontrá-la? Peraí, alguém disse Vitória? Tenho uma viagem programada pra lá antes do fim do ano. Um trabalho a realizar, ou seriam agora dois? Vamos a luta!

(Será que existe ex-lésbica? Ou pelo menos ex-semilesbica=bissexual. Não custa nada tentar!)

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: