todas histórias tem o mesmo final

15 de agosto de 2010

Ela sempre sai magoada. Concordo quando dizem que não existe o tal “felizes para sempre”. Mas Por que ela insiste em dizer que a história sempre tem o mesmo final?

É simples, segundo ela. Começa com um encontro casual. Quando os olhares se cruzam começa a tocar um música mais lenta e tudo fica mais devagar. E então de repente acelera e volta a velocidade normal. Ele de algum jeito descobre o telefone dela e marca um encontro. Ela vai vestida pra matar, ele usa toda elegância que nunca teve. Ele se oferece pra levar ela em casa. Pensa em entrar lá. Ela tenta resistir a tentação. Só rola uns beijos e amassos dentro do carro.

Segundo encontro. Sexo no motel. E logo vira namoro. Mãos dadas, Coldplay. John Mayer nas noites quentes. Elvis Costello nas noites frias. Muse. The Smiths. Jantar, cinema e motel. De vez em quando um bar com os amigos. Sorriso e mais sorrisos. Casal perfeito.

Depois vem algumas brigas e com elas as doces reconciliações. Sexo. Drogas. Rock’n Roll. Cabelos compridos, brincos e tatuagem. Dois estranhos juntos no ninho dos dinossauros.

Rotina. E então chega o fim. Ele vai pra outro Estado. Adulto agora. E ela fica com seus projetos e sonhos inacabados. Começa a tocar uma música triste. Everybody Hurts. ou Perhaps Love. Ela na janela pensando nele. Ele num bar olhando as bundas mais bonitas do país.

The End.

Anúncios

Uma resposta to “todas histórias tem o mesmo final”

  1. Flávio Says:

    huhuhu!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: