sorrir

28 de maio de 2010

Eu, parado na esquina, tomava um café. Na verdade era uma dose de whisky com red bull. Procurando esquentar um pouco as coisas. Esfriar a cabeça. Sorrir novamente. Ela apareceu. Sorrindo. Como há tempos eu não via ninguém.

MAs ela não sorria pra mim, nao sorria pra ngm. Só pra si mesma. Pra felicidade de sua própria convicção. Era só o que bastava.

Queria ser assim. Sorrir por mim mesmo. Sem precisar de ninguém. De nada. Só da minha própria felicidade. Hoje, até tenho sorrido de mim, da minha estupidez. MAs isso é outra história.

* Fico feliz por estar agora na sua vida, conhecer teu mundo. SEm querer nada em troca. *

Anúncios

Uma resposta to “sorrir”

  1. Jéssica Says:

    Tu tinhas me falado que sorria sempre, por nada.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: