Tententender

15 de maio de 2010

O jogo acabou de repente? E agora? Corremos pra que lado? De onde virá o ataque fatal? Nosso esconderijo é muito frágil. Nosso teto é de vidro. Ser vidraça e ser pedra, eis a questão. Eu já andei em circulos em todas as velocidades possíveis e o que adianta? Só me cansei de tudo e de todos.E quando me arrisquei a por o pé fora do círculo. Um trem veio na minha direção.

Nessa hora me senti como uma formiga que só segue a trilha e quando uma pedra ou qualquer outra merda atrapalha o caminho fica perdida. Mas descobri que existem outros caminhos. Outros sorrisos, outros amanhecer.

Ainda não caminho em direção ao sol. Ainda não consigo voar. Minhas asas estão fracas. Meus poderes ainda se recuperando. Mas voltarei a ser quem já fui, ou quem tentei ser. Somos quem podemos ser.

Se eu disser que tive na mão a bola do jogo, não acredite. Já ouvi isso antes. Mas já ouvi também que os bons buscam a bola nos segundos finais.

Então é só um boa noite e um beijo. Alguns copos na mão, outras garrafas vazias na pia. E o seu olhar já distante na lembrança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: