Música da Semana

31 de dezembro de 2009

Soon Forget

Pearl Jam

Sorry is the fool who trades his soul for a corvette.
Thinks he’ll get the girl he’ll only get the mechanic.
What’s missing? He’s living a day he’ll soon forget.

That’s one more time around. The sun is going down.
The moon is out but he’s drunk and shouting.
Putting people down. He’s pissing. He’s living a day he’ll soon forget.

Counts his money every morning. The only thing that keeps him horny.
Locked in a giant house that’s alarming.
The townsfolk they all laugh.

Sorry is the fool who trades his love for hi-rise rent.
Seems the more you make equals the loneliness you get.
And it’s fitting. He’s barely living a day he’ll soon forget.

That’s one more time around and there is not a sound.
He’s lying dead clutching Benjamins. Never put the money down.
He’s stiffening. We’re all whistling a man we’ll soon forget.

Além de ter uma letra sensacional, o Eddie Vedder usa um instrumento chamado Ukelele. Essa música é do álbum BINAURAL. Que não é tão legal assim, mas ainda sim tem algumas músicas ótimas. Cito: “Thin Air” – “Nothing As Is Seems” e “Breakerfall” além da que consta acima.

O ukulele ou ukelele é um instrumento musical semelhante a um violão, mas menor. Tem apenas 4 cordas afinadas em lá, mi, dó e sol. O ukulele, também muitas vezes chamado erroneamente de guitarra havaiana, tem origem em dois instrumentos tradicionais da Ilha da Madeira. O machete madeirense e o rajão que foram levados pelos madeirenses quando estes emigraram para o Havaí.

Ukelele significa “pulga saltadora” no idioma havaiano.

Anúncios

Conhecendo o sogro

28 de dezembro de 2009

Ele tinha escolhido o melhor dia para conhecer o pai de sua namorada. Dia de Brasil x Argentina. Se todos os assuntos faltassem, poderiam falar sobre como o Brasil jogava mal ou bem. Tudo estava planejado.
Passou cedo no salão e cortou os cabelos, fez a barba que nem tinha. Almoçou calado e pensativo, sabia que a noite seria difícil. Treinou detalhadamente todos os seus passos e todas as suas frases. Deveria começar com uma piada, não, deixa a piada fluir com o tempo, melhor assim.
Os preparativos continuaram no meio da tarde, lustrou o seu melhor sapato, engomou a sua melhor dupla: camisa e calça. Escolheu uma camisa séria, branca, “de botão” que não usava desde de um batizado qualquer, mas ainda cabia perfeitamente.
Às 17 horas já estava pronto, suando em bicas (usei essa expressão porque acho tão legal, apesar de não achar que faça tanto sentido). Se achou meio parecido com aqueles vendedores de enciclopédia que vão de casa em casa, pensou em desistir, mas essa opção não existia. Era uma quarta feira, feriado. Pensou em tomar uma pra relaxar, mas ficou com medo da reação do “sogrão” ao hálito de álcool. Era chegada a hora.
No caminho pra casa dela, foi repassando tudo que tinha ensaiado. “Se eu não perdi nenhum detalhe, onde foi que eu errei. Ainda encontro a fórmula do amor”. Chegou. Retocou o penteado no retrovisor do carro. Levantou-se e deu uma ajeitada na roupa pelo reflexo nos vidros e pronto: hora de tocar a campainha.
Ela estava linda, deu um beijo nela e entraram. Ela disse que estava cedo ainda e iria se arrumar, pra ele sentar na sala de TV e ficar vendo qualquer coisa enquanto isso. O pai dela logo viria pra conversar. E o tradicional: sinta-se em casa, fique a vontade, pode sentar em qualquer lugar.
Novela das sete, jornal nacional e novela das oito. A tríade do inferno. Assistiu o fim da primeira novela que nem lembra o nome. O jornal inteiro falava do grande jogo, congestionamentos no feriado prolongado, chuva, morte, políticos fazendo besteira, e essas coisas. A novela das oito (nove!) passou rápida como um foguete. Hora do jogo. Escutou uma zoada vinda da parte intima da casa, pensou: É ele!
Deu uma última arrumada na camisa, na postura, no sapato, no cabelo, no suvaco. Em tudo que pôde e pensou na hora. Era ele. Levantou-se e fez uma saudação cordial estendendo a mão e mantendo a postura. Ficou no vácuo.

“Sai da minha cadeira e me passa o controle-remoto”. E mudou o canal pro SuperPop! Na RedeTv! Poucos minutos depois, ela volta e diz: “Oba! Superpop!”. Aquelas foram as duas horas mais longas da vida dele. Em silêncio!
Nunca mais falaria de novo com ela. Nunca mais ousaria assistir ao Superpop! E perdeu um dos maiores Brasil x Argentina da história.

*história verídica ou não *

Da série xarás famosos

28 de dezembro de 2009

George, o Solitário.

É o nome dado ao último exemplar conhecido da tartaruga-das-galápagos-de-pinta, subespécie Geochelone nigra abingdoni, uma das onze subespécies da tartaruga de galapagos.
Ele é considerado a criatura mais rara viva no mundo e é tido como um forte símbolo para os esforços de conservação ambiental nas Galápagos e internacionalmente.
George foi visto pela primeira vez na ilha de Pinta em 1 de dezembro de 1971 pelo biólogo americano Joseph Vagvolgyi. A vegetação da ilha havia sido dizimada por cabras selvagens, e a população foi reduzida a um único indivíduo. Remanejado, por sua própria segurança, para a Estação Científica Charles Darwin, George compartilhou o mesmo ambiente com duas fêmeas de subespécies diferentes, porém embora o acasalamento tenha ocorrido e ovos tenham sido produzidos, nenhum foi chocado com sucesso.

Estima-se que George tenha entre 60 e 90 anos de idade, e esteja gozando de boa saúde. Um esforço mais intenso para exterminar as cabras introduzidas na ilha foi terminado, e a vegetação de Pinta está começando a retornar a seu estado anterior.

Existe atualmente uma recompensa de 10 000 dólares para a descoberta de uma fêmea de tartaruga-das-galápagos-de-pinta.

Já pensou? Você ser o último da sua especie. Não dá pra gente reclamar tão assim da solidão, ne? O homem é um ser social já dizia alguém.

Acho que a história do Mamute do Era do Gelo 2

um ponto cinza num mar rubro-negro

9 de dezembro de 2009

Bem, vocês sabem que sou santista.E alguns sabem que fui no Maracanã domingo.

Na ida ao estádio, trânsito surpreendentemente tranquilo. Entrada das cadeiras comuns (azuis) bem fácil, não cheguei nem a enfrentar fila. Pra minha surpresa tinham muitos “turistas” tirando foto e filmando. Me disseram pra nem levar celular, conselho que sabiamente não levei em conta.

A pior coisa do jogo foi o sol. Entrar no estádio as 14:30 horario de verão que representava um sol de 13:30. 5 horas no sol não é pra qualquer um. Torcedor realmente sofre.

Primeiramente, mesmo com a intenção dos lugares serem sentados. Todos estavam em pé e pior, em cima da cadeira. Tive que seguir essa regra. O campo estava bem perto. Estádio lotado, vermelho e preto e eu de cinza.

A minha frente uma família alagoana (pai, mãe e filha). Ao meu lado 3 cariocas (pai, filho e avô) ao meu lado meu amigo maranhense flamenguista tmb.

Rolou uma preliminar Masters do Fla x CLube Naval/Loterj qe terminou 10×1 e notei que o Nélio (aquele de 92) ainda tá correndo bem. E ‘só’ tem 38 anos como revelou o google.

É complicado pra mim dizer que a torcida é boa. Tem muita gente que não tem o que fazer. E enche uma carrada de balões vermelho e preto para a entrada do time.

As músicas são muito boas. Puxadas pelas organizadas do setor Verde ou Amarelo, nem sei. Quando o Grêmio marcou o gol, vi o grande silêncio e fiquei com a esperança que um Maracanazo poderia ocorrer. Mas quando o jogo marcava 20minutos do 2º tempo e 1×1 no placar. Eu vi que teria que torcer pro Flamengo, senão aconteceria uma tragedia mil vezes pior do que a ocorrida em Curitiba.

Me mantive parado apenas observando tudo aquilo, num calor infernal por pelo menos 5 horas. E vi as diversas reações das pessoas ao redor.

Torcedor é tudo igual. Apesar das diferenças…

Próxima parada: Vila Belmiro!

eu no maracanã

8 de dezembro de 2009

me achem!

Sorteio da Copa – Palpites.

3 de dezembro de 2009

Vamos ao meu palpite pros grupos da Copa

Grupo A: Africa do Sul -México – Uruguai – França

Grupo B: Italia – Nova Zelandia – Gana – Eslovaquia

Grupo C: Argentina – Japão – Nigéria – Dinamarca

Grupo D: Brasil – Honduras – Argélia – Portugal

Grupo E: Inglaterra – Australia – Chile – Eslovenia

Grupo F: Alemanha – EUA – Camarões – Grécia

Grupo G: Holanda – Coreia do Sul – Paraguai – Suiça

Grupo H: Espanha – Coreia do Norte – Costa do Marfim – Servia

Na próxima visita eu digo quantas acertei. O Número dos Grupos botei na ordem do ranking nao influi.

5 minutos

2 de dezembro de 2009

Vamos tentar escrever um poema no improviso. São exatamente 14:56. Tenho 5 minutos pra escrever algo que faça sentido, será que consigo?

VALENDOOOOOOOOO

5 minutos (George Raposo)

Esta é só mais uma tarde qualquer

Onde o tempo parece parar

Esta é só mais uma vida normal

Onde você não quer mais ficar

Então, espera já por mim

Estou chegando, a salvação

Sempre há um ponto no fim

Esquecido por mera distração

Você se esconde entre os livros

Se sente livre no seu canto

Já não canta mais uma bela canção

Só medo, suspense e às vezes espanto.

E eu aqui, nesta tarde que não passa

Distribuindo a todos sorrisos sem graça

E eu aqui, preso atrás desses óculos

Tentando me livrar de todo ócio

Enquanto o mundo ri das minhas piadas

Que eu nunca tentei nem contar

Você me olha de lá, eu te olho de cá

E o mundo então volta a girar.

Cansei.

15:01. 5 minutos

%d blogueiros gostam disto: