e depois o silêncio…

11 de setembro de 2009

É tão bom passar as tarde sozinho nessa sala. Silêncio. Nem parece a antigo escritório onde tudo era muito barulhento. Pessoas falando, construção no prédio ao lado. De vez em quando um forró muito alto. Aqui não silêncio. Só o som dos meus dedos no teclado. De vez em quando toca o telefone…muito raramente. Confesso que até gosto de companhia, de ter alguém pra conversar, mas têm aqueles dias em que você quer ficar só… E só!

O Silêncio

antes de existir computador existia tevê
antes de existir tevê existia luz elétrica
antes de existir luz elétrica existia bicicleta
antes de existir bicicleta existia enciclopédia
antes de existir enciclopédia existia alfabeto
antes de existir alfabeto existia a voz
antes de existir a voz existia o silêncio
o silêncio
foi a primeira coisa que existiu
um silêncio que ninguém ouviu

astro pelo céu em movimento
e o som do gelo derretendo
o barulho do cabelo em crescimento
e a música do vento
e a matéria em decomposição
a barriga digerindo o pão
explosão de semente sob o chão
diamante nascendo do carvão
homem pedra planta bicho flor
luz elétrica tevê computador
batedeira, liquidificador
vamos ouvir esse silêncio meu amor
amplificado no amplificador
do estetoscópio do doutor
no lado esquerdo do peito, esse tambor

%d blogueiros gostam disto: